Gatos Bengal

Este artigo é da autoria da nossa veterinária especialista em Gatos – a Dra Baltz – por favor envie as suas questões aqui.

 

O Gato Bengal, ou Gato-de-bengala, é um gato de origem norte-americana, tendo nascido do cruzamento entre o gato doméstico e o gato-leopardo asiático. É uma espécie bastante recente, criada no século XX, em 1963.

A primeira pessoa a fazer este cruzamento foi a californiana Jean Mill (nascida Jean Sugden).

Na altura era legal e estava na moda adquirir animais selvagens, nomeadamente as mais variadas espécies de felinos. Além disso, desde os anos 30 que se tentava criar um gato que tivesse as características físicas de um leopardo. O que a criadora e geneticista não esperava é que desta vez seria de facto bem-sucedida, dando assim origem a uma nova espécie de gatos, tão aguardada.

Desse cruzamento nasceram dois gatos, sendo que apenas a fêmea sobreviveu. A primeira gata desta raça foi então chamada de Kinkin.

Estes dois felinos – o gato doméstico e o gato-leopardo – possuem o mesmo número de cromossomas, o que possibilitou a produção de crias férteis.

O Bengal é um gato com uma pelagem magnífica e brilhante, entre o castanho e o laranja, com manchas pretas, muito semelhante à de um leopardo. É robusto, musculado e mais comprido do que a maioria dos gatos, possuindo porte médio ou grande. Pode atingir cerca de 9 kg. Tem a cabeça e as orelhas pequenas, olhos ovais de cor âmbar, e as patas traseiras são mais altas do que as dianteiras, o que resulta da sua herança genética selvagem.

Apesar dessa herança genética, os gatos desta raça não são violentos nem agressivos, e os seus donos confiam neles a 100%, descrevendo-os inclusivamente como dóceis, carinhosos e de fácil adaptação a crianças. Ainda que sejam muito independentes, necessitam de bastante atenção, à semelhança dos gatos siameses.

Como qualquer gato dito “de raça”, os Bengal têm também uma maior tendência para certas doenças genéticas, apesar de serem saudáveis, de um modo geral.

O gato-de-bengala é particularmente atlético, ativo, curioso, caçador e também bastante inteligente. Aprecia jogos e outras brincadeiras interativas, bem como um espaço amplo, de preferência com acesso ao exterior, onde possa dar azo à sua energia, ao ar livre.

A raça Bengal foi reconhecida no final dos anos 80 do século passado. Os gatos desta espécie, para serem considerados domésticos, devem guardar pelo menos quatro gerações em relação ao seu antepassado selvagem.

 

Gato Bengal

About the Author

Dra Correa, uma apaixonada por animais, é veterinária especializada em gatos.