Os Gatos e o Leite

Gatos e Leite

Gatos e Leite

Nas histórias infantis parece a fórmula para o sucesso: dar um pratinho de leite ao gato!

Mas a realidade parece estar cada vez mais distante das histórias. O principal problema é a lactose que o leite contém e que muitos gatos têm dificuldade em digerir.

O resultado de beber leite? Diarreia e indisposição. Não é propriamente agradável!

Mas como tudo na vida, também neste tema há vários mitos. Aqui no A Cat A Day decidimos investigar a verdade como um pouco de ajuda!

Gatos e Lactose – Facto número 1 – Intolerância à lactose é a norma e não a regra

Tal como alguns humanos, também os gatos são intolerantes à lactose. E embora se possa pensar que isso é um problema, a verdade é que é perfeitamente normal. Por norma, o único momento em que qualquer mamífero tem de beber leite, é quando é bébe e bebe o leite materno.

Para digerir a lactose, um dos açucares do leite, o sistema digestivo humano e felino tem de produzir uma enzima
(lactase). Quando nascemos produzimos imensa lactase e isso ajuda-nos a crescer à base de leite materno.

Com o crescimento, é normal que tanto as pessoas e os gatos produzam cada vez menos lactase. Menos lactase significa menos capacidade para digerir a lactose. O resultado pode ser uma eventual intolerância à lactose.

Quando um gato intolerante à lactose bebe leite, a lactose não digerida atravessa o sistema digestivo em conjunto com água. As bactérias naturalmente presentes no cólon também fermentam a lactose não digerida, produzindo ácidos gordos.

Toda esta actividade pode levar a má disposição e induzir vómitos. Mas o sintoma mais comum é diarreia, normalmente entre as 8 e as 12h depois da ingestão da lactose.

Gatos e Lactose – Facto número 2 – Muitos gatos podem beber leite

A maioria de nós já deu um pouco de leite a um gato e nunca notou um problema, pois não? Isso acontece porque muitos gatos não são intolerantes à lactose.

Como distinguir? Experimente dar ao seu gato uma colher de leite. Se não notar sintomas até 24h depois, o mais provável é que possa continuar a oferecer leite ao seu gato sem problemas, como recompensa puntual.
Contudo a maioria dos veterinários não recomenda dar leite a gatos. Os gatos não precisam de beber leite e os potenciais riscos ganham aos potenciais benefícios.

Lembrem-se que “guloseimas” (como atum, carne, queijo, etc) não deveria corresponder a mais de 10% da dieta de um gato. O resto deveria ser comida especialmente concebida para gatos.

Gatos e Lactose – Facto número 3 – Iogurtes e queijo são mais fáceis de digerir

Por vezes, um gato que não tolera a lactose não tem nenhum problema com outros lacticínios como iogurte ou queijo. Isto acontece porque nem todos os lacticínios contém a mesma quantidade de lactose. No fabrico de iogurtes e de alguns queijos, por exemplo, são utilizadas bactérias que digerem grande parte da lactose.

Se o seu gato for intolerante à lactose, experimente dar-lhe outros lacticínios.

Gatos e Lactose – Facto número 4 – Gatinhos não necessitam de leite de vaca

Apesar de todas as histórias infantis, o leite de vaca é totalmente inadequado para gatinhos.

Ainda que todos os gatinhos tenham lactase nos seus intestinos, a quantidade não é suficiente para digerir o excesso de lactose presente no leite de vaca. Mas a lactose não é o único problema: as proporções de proteínas também são as
incorrectas.

Se o seu gato ainda necessita de leite, em vez de leite de vaca, devia procurar dar-lhe um substituto de leite específico
para gatinhos. Certamente que o seu veterinário ou loja de animais o pode aconselhar!

Gatos e Lactose – Facto número 5 – Gatos necessitam de água!

Não importa se a lactose é bem tolerada pelo seu gato. O que o seu gato vai precisar de certeza é de água! Muita água!

A água ajuda o gato a:
– Regular a temperatura corporal
– Digerir a comida
– Lubrificar os tecidos
– Eliminar resíduos

Para incentivar o seu gato a beber água, experimente colocar várias taças de diferentes profundidades espalhadas pela casa. Muitos gatos também gostam de água corrente. Se o seu for assim, experimente comprar uma fonte para gatos!

About the Author